quinta-feira, 28 de agosto de 2014


Ora voltando ao tema do próximo Natal, tenho a dizer-vos que adquiri recentemente um desidratador de alimentos e que ontem experimentei desidratar maçãs (2 diferentes mais precisamente).

Confesso que eu não gostei muito (faltava serem um pouco mais estaladiças) mas as colegas do trabalho devoraram-nas. Prometi hoje fazer mais e com outras frutas.

Sei que ainda não tenho muito jeito para estas coisas dos "posts" mas aqui fica uma ideia de como ficaram:


Estou claro a pensar refinar esta minha nova forma de tratar alimentos e já ando a imaginar as possibilidades de umas frutas desidratadas para os meus cabazes de natal e quiçá um tomate seco, etc etc etc...


Estou faz muito tempo para iniciar este blog... mas apesar de seguir vários e muito interessantes, nunca soube bem o que escrever que interesse aos outros ler...

Nunca liguei muito a blogues até para aí um ano atrás. Acontece que dada a conjetura económica, comecei a pensar no Natal e no que poderia oferecer à minha grande família, sem gastar rios de dinheiro mas ao mesmo tempo sem perder o espírito... Verdade seja dita que sempre tive algum poder económico e nunca essa questão me surgiu antes.
Foi portanto assim, que dei comigo a pensar no que podia oferecer que fosse simbólico mas não apenas um bem consumista. Nasceu então a ideia de fazer eu coisas para oferecer.

E foi assim que descobri vários blogues com ideias para cabazes de natal com produtos variados. Foi assim que descobri também os blogues da Joana, a quem muito agradeço as ideias que me deu. Verdade seja dita sou uma leitora frequente e li o Economia cá de casa de fio a pavio.

E perguntam vocês porquê eu comecei este meu blog com esta mensagem? Digo-vos porquê. É simples. É que ando já a projetar na minha cabecinha o próximo Natal.
Infelizmente em 2013 foi tudo tão à pressa que nem fotos tirei aos cabazes, mas posso-vos garantir que fizeram um grande grande sucesso.
Para terem uma ideia, foi isto o que fiz:

Azeite aromatizado com alecrim - ao princípio pensei que a coisa não ia correr bem mas ficaram lindos;

Licor de canela - a receita da Joana é simplesmente fantástica. O meu avô só me disse que podia continuar porque a garrafinha já tinha ido.

Fiz também licor de chocolate branco mas esse não ficou tão bom, ao que parece precisava de ser mais filtrado.

Baton labial caseiro - podem encontrar a receita aqui (outro blog fantástico por sinal);

Para os cabazes fiz também bolachinhas de variedades diferentes, tentei fazer colheres de chocolate para mexer o café mas partiram-se todas. Para completar fiz sal aromatizado, uns com limão, outros com alecrim e outros com mistura de pimentas.

Para ajudar ao conjunto os frascos e as garrafas eram bem giros, enfeitados com etiquetas e fitas para compor a coisa e os embrulhos simples em sacos de papel pardo.

Para primeiro ano acho que a coisa não correu mal, foi um sucesso e uma experiência a repetir. :)