domingo, 28 de dezembro de 2014

Cabazes de Natal 2014

Foi tudo a correr este ano...

Consegui fazer os cabazes mas foram mais pobres do que inicialmente previra.
Fica a intenção que foi mais que boa tendo em conta o estado da casa cá em casa...

As fotos essas é que foram tiradas dia 24 muito à pressa antes de rumar às Caldas da Rainha.











E este foi o invólucro final... Tudo simples mas feito com dedicação...

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

cabazes de natal - o exemplo de que não deve deixar tudo para a ultima da hora

Pois é,

A casa em obras, tudo já semi encaixotado para as mudanças, novo desafio profissional... Claro que os cabazes ficaram todos para o fim...

Este ano nem um licorzinho foi preparado com antecedência... Será uma desilusão para o meu avô e sogro mas enfim...

Desde ontem que esta cozinha não para... Entre bolachas e chocolates...

Hoje vou arriscar um licor daqueles que ficam prontos na hora... Claro ainda falta embrulhar tudo...

Haja tempo para umas fotos assim que a luz o permitir... Novidades e as receitas em breve...

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

A minha futura cozinha #0 - a montagem


Para aqueles que como eu já quase não acreditavam... Eis a prova... É desta que a minha casa está quase quase pronta... E a cozinha que só conseguia idealizar na minha cabeça, já começa a ganhar forma.

Isto foi o rápido e meio tosco registo que consegui fazer do cantinho da cozinha, sem que os srs que a estavam a montar se apercebessem... Eu sei que sou suspeita... Mas aos meus olhos está a ficar um espanto... E não vejo a hora de a poder começar a usar... :-)


terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Cabazes de Natal #1


Tenho tudo atrasado para o Natal... Isto de ter uma casa em obras não ajuda nada.

Para piorar nem consegui adiantar muito este fim de semana grande do 8 de Dezembro... Só consegui comprar umas fitas para enfeitar os cabazes visto que o ano passado não sobrou nem um bocadinho para contar a história.
Durante a semana consegui passar pelo mercado de Carcavelos e comprar vários frutos secos.
Comprei também online uns saquinhos de celofane para alimentos... Irão dar muito jeito na hora de embalar, por exemplo, as bolachinhas de Natal.

Quanto aos cabazes propriamente ditos já está quase quase fechada a lista de coisas " a fazer". Tive de alterar os planos iniciais porque já não há tempo para certas coisas maturarem.

Este ano os cabazes irão conter:

- Chá de ervas caseiras secas;
- Bolachinhas doces para os gulosos;
- Bolachinhas salgadas para os diabéticos e os preocupados com a linha;
- Fruta desidratada simples vs. com chocolate;
- Tabletes de chocolate caseiras com frutos secos;
- Frutos secos torrados em casa com especiarias e/ou caramelizados;
- Granola caseira;
- Pesto caseiro para os mais cozinheiros;

Entretanto terei de encontrar algo mais adequado para os homens, como por exemplo o avô, já que não vou a tempo de fazer um licor como ele tão bem aprecia...

Se no meio disto tudo ainda sobrar tempo, quiçá me aventure por uns caramelos ou gomas... Aceitam-se sugestões claro... :-)

Mais novidades e fotos nos próximos dias...



quarta-feira, 26 de novembro de 2014

contagem decrescente para o Natal

Pois é... Ja estamos em contagem decrescente para o Natal... Falta menos de um mês... Os cabazes estão atrasadíssimos. Ainda não tratei de nada.

Para compensar hoje comprei a minha prendinha de natal para mim mesma... É um bocadinho narcisista da minha parte a prenda em si foi difícil de resistir... A minha nova companhia cá em casa, para quem não conhece a Joana é fantástica bem como os seus blogues.

Só sei que não chegou a ser sequer embrulhado e ainda no comboio antes mesmo de chegar a casa já tinha sido folheado avidamente com carinho...

Quanto aos cabazes, apesar de nada feito as ideias já estão mentalmente definidas, pickles de alho, chalotas ou beterraba, bolachas salgadas para os diabéticos e os que querem manter a linha, fruta desidratada, tomate seco, azeite e vinagre aromatizado, licor, tabletes de chocolate caseiras com quiçá frutos vermelhos ou sementes ou frutos secos, cascas de laranja desidratadas cobertas com chocolate negro...

Preocupa-me o licor e o azeite... Terei de optar por uma receita que não requeira tempo para maturar...

E este fim de semana, mãos à obra...

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Olá, olá,

Para um blogue ainda tão recente não é nada bom estar assim ausente mas um novo desafio profissional requer sempre mais tempo de início e acho que é um motivo válido para a minha falta de tempo.

Mas apesar da minha ausência, este cantinho não ficou esquecido. Posso vos dizer que vi uma promoção de uma "chocolaterie" e perdi a cabeça... Já a recebi em casa mas ainda não a experimentei. Posso apenas adiantar que já imagino os meus cabazes de natal este ano recheados com uns bombons de chocolate. A tentativa do ano passado de fazer colheres de chocolate não correu muito bem. Estavam deliciosas mas partiram-se quase todas ao desenformar. Espero que este ano a coisa resulte.

Entretanto tenho andado a pensar em alternativas à comida para os cabazes... Ideias? Sugestões? Já me lembrei de fazer uns presépios mas não sei se terei tempo e paciência, para além de que não mexo em massa fimo faz muito muito tempo... E vocês o que me dizem?

quinta-feira, 28 de agosto de 2014


Ora voltando ao tema do próximo Natal, tenho a dizer-vos que adquiri recentemente um desidratador de alimentos e que ontem experimentei desidratar maçãs (2 diferentes mais precisamente).

Confesso que eu não gostei muito (faltava serem um pouco mais estaladiças) mas as colegas do trabalho devoraram-nas. Prometi hoje fazer mais e com outras frutas.

Sei que ainda não tenho muito jeito para estas coisas dos "posts" mas aqui fica uma ideia de como ficaram:


Estou claro a pensar refinar esta minha nova forma de tratar alimentos e já ando a imaginar as possibilidades de umas frutas desidratadas para os meus cabazes de natal e quiçá um tomate seco, etc etc etc...


Estou faz muito tempo para iniciar este blog... mas apesar de seguir vários e muito interessantes, nunca soube bem o que escrever que interesse aos outros ler...

Nunca liguei muito a blogues até para aí um ano atrás. Acontece que dada a conjetura económica, comecei a pensar no Natal e no que poderia oferecer à minha grande família, sem gastar rios de dinheiro mas ao mesmo tempo sem perder o espírito... Verdade seja dita que sempre tive algum poder económico e nunca essa questão me surgiu antes.
Foi portanto assim, que dei comigo a pensar no que podia oferecer que fosse simbólico mas não apenas um bem consumista. Nasceu então a ideia de fazer eu coisas para oferecer.

E foi assim que descobri vários blogues com ideias para cabazes de natal com produtos variados. Foi assim que descobri também os blogues da Joana, a quem muito agradeço as ideias que me deu. Verdade seja dita sou uma leitora frequente e li o Economia cá de casa de fio a pavio.

E perguntam vocês porquê eu comecei este meu blog com esta mensagem? Digo-vos porquê. É simples. É que ando já a projetar na minha cabecinha o próximo Natal.
Infelizmente em 2013 foi tudo tão à pressa que nem fotos tirei aos cabazes, mas posso-vos garantir que fizeram um grande grande sucesso.
Para terem uma ideia, foi isto o que fiz:

Azeite aromatizado com alecrim - ao princípio pensei que a coisa não ia correr bem mas ficaram lindos;

Licor de canela - a receita da Joana é simplesmente fantástica. O meu avô só me disse que podia continuar porque a garrafinha já tinha ido.

Fiz também licor de chocolate branco mas esse não ficou tão bom, ao que parece precisava de ser mais filtrado.

Baton labial caseiro - podem encontrar a receita aqui (outro blog fantástico por sinal);

Para os cabazes fiz também bolachinhas de variedades diferentes, tentei fazer colheres de chocolate para mexer o café mas partiram-se todas. Para completar fiz sal aromatizado, uns com limão, outros com alecrim e outros com mistura de pimentas.

Para ajudar ao conjunto os frascos e as garrafas eram bem giros, enfeitados com etiquetas e fitas para compor a coisa e os embrulhos simples em sacos de papel pardo.

Para primeiro ano acho que a coisa não correu mal, foi um sucesso e uma experiência a repetir. :)